Planeta Terra ou Planeta Oxigênio?

O oxigênio é o elemento mais abundante na superfície terrestre e como já sabemos, é vital para a sobrevivência dos seres aeróbios que habitam nosso planeta. O ar atmosférico é composto basicamente por Oxigênio (21%) e o Nitrogênio (78%). O restante, menos de 1% são outros gases como Argônio, Neônio e Gás Carbônico.

De onde vem o Oxigênio que respiramos?

Aproximadamente 55% do oxigênio de nosso planeta é produzido pelas algas marinhas e de água doce. Em segundo lugar, temos as florestas com 24,9%. Amazônia recebeu o título de “pulmão do mundo” injustamente. As algas ainda levam a vantagem de ocupar uma área bem maior que as árvores. “Afinal, 70% do planeta é coberto de água e todos os oceanos são habitados por algas microscópicas produtoras de oxigênio”, explica a bióloga, Estela Maria Plastino, da Universidade de São Paulo (USP).

História 

O chinês Mao-Khoa (séc VIII) e Leonardo da Vinci (séc XV), concluíram que o ar não era um elemento. Para Mao-Khoa, o ar era composto por duas substâncias: ar completo e ar incompleto. Já da Vinci, percebeu que havia uma relação entre o fenômeno da combustão e o ar que respiramos.
Em 1777, Lavoisier forneceu o nome do elemento oxigênio depois de verificar que esse elemento químico fazia parte da composição de diversos ácidos inorgânicos.

Algumas utilizações

  • Remoção do excesso de carbono presente no aço
  • Uso medicinal por ventiladores mecânicos, cilindros ou concentradores de oxigênio
  • Utilizado em soldas de metais
  • Participação em reações químicas para a produção de diversas substâncias
  • Comburente das combustões (queima)
  • Utilizado na fabricação do metanol
  • Utilizado no lançamento de foguetes

Respirar é fundamental

Respirar é a mais básica de nossas funções!
Pessoas sem o devido treinamento, conseguem ficar no máximo 2 minutos sem respirar. Isso tudo, só deixa clara a importância desse gás para a nossa saúde. Sem ele, não realizamos as trocas gasosas, não temos a nutrição dos tecidos e não eliminamos as impurezas de nosso organismo.
Ao respirar, o ar é filtrado nas vias respiratórias e chegam até os nossos pulmões. Nos pulmões, ocorre a troca gasosa, sendo que o oxigênio ali presente é transferido para a corrente sanguínea ao mesmo tempo em que o gás carbônico é retirado. Ou seja, inspiramos oxigênio e expiramos gás carbônico.
No sangue, ele é conduzido para todas as células do nosso corpo onde ocorre a respiração celular. O oxigênio combinado com outras substâncias provenientes da nossa alimentação – principalmente a glicose – fornecem energia as células. Neste processo as células liberam gás carbônico que retorna novamente aos pulmões para que seja expirado.
Na atmosfera o gás carbônico proveniente da nossa respiração é absorvido pelas plantas e juntamente com água e minerais no processo de fotossíntese o transformam em energia liberando o oxigênio. Isso é o que chamamos de ciclo de simbiose entre o ser humano e as plantas. 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *